Coronavírus

‘Há esperança’ pela vacina contra Covid-19, mas devemos olhar pro agora, diz OMS

Crédito: POOL/AFP/Arquivos

Chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus (Crédito: POOL/AFP/Arquivos)

Em relação à sua fala de que ‘talvez não exista’ vacina contra covid-19, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, esclareceu que foi um alerta para os países e cidadãos aplicarem as medidas disponíveis no momento e não pararem frente à expectativa da imunização.

Nesta quinta-feira, 6, Tedros apontou que seis imunizantes estão numa “ótima fase”, se referindo ao estágio avançado de ensaios clínicos em que se encontram. No momento, segundo a OMS, são 165 vacinas em desenvolvimento, 26 destas sendo testadas em humanos e 139 em estudo inicial.

“Há esperanças mas, ao mesmo tempo, até sabermos os resultados dos testes clínicos, não dá pra dizer que temos vacina. Podemos ou não ter”, disse o diretor-geral. “A razão para ter dito aquilo é que estar esperançoso quanto às vacinas é bom, mas muitos não estão usando as ferramentas que temos agora”.

As ferramentas são as medidas recomendadas pela a entidade para suprimir a transmissão do novo coronavírus. Para os governos, isso significa realizar testagem, isolar os casos suspeitos e rastrear os contatos. Para a sociedade, é usar máscaras quando apropriado, praticar o distanciamento social e a higienização constante das mãos.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel