Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), voltou a falar nesta quarta-feira, 29, sobre as negociações para que o País receba gás natural produzido pela Argentina. “Estamos bastante avançados para trazer gás de Vaca Muerta da Argentina para nós”, afirmou durante evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O Brasil negocia com a Argentina a manutenção do acordo para exploração do gás em Vaca Muerta, região do país vizinho que possui o segundo maior depósito de gás de xisto do mundo.

O projeto prevê a construção de uma rede de gasodutos que ligariam a mina argentina ao sul do Brasil, em uma proposta de investimento de 3,7 bilhões de dólares e ligações de 1,4 mil quilômetros.

Medidas na economia

Durante o evento, o presidente afirmou que há “dificuldade enorme de evoluir em reforma tributária”.

Ele também falou sobre medidas tomadas pelo governo na economia.

A representantes da indústria, Bolsonaro destacou o Marco Legal do Saneamento e a Lei de Liberdade Econômica como feitos da gestão.

Zona Franca de Manaus

O presidente afirmou ainda torcer pela derrubada da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que manteve a cobrança do IPI sobre produtos feitos na Zona Franca de Manaus.

Segundo o chefe do Executivo, isso contribuiria para a redução de tributos. “Brasil tem tudo para crescer, exemplo já demos com redução da carga tributária”, disse.