Mundo

Guterres: eleições e acordos de paz trazem ‘ares de esperança’ para África

Guterres: eleições e acordos de paz trazem ‘ares de esperança’ para África

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, nas Nações Unidas, em Nova York, em 15 de janeiro de 2019 - AFP

Uma série de tréguas e de eleições pacíficas faz soprar “ares de esperança” na África – declarou o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, em Adis Abeba, neste sábado (9), às vésperas de uma cúpula da União Africana (UA) na capital etíope.

“Sopram ares de esperança em toda África. Vimos uma reconciliação entre Etiópia e Eritreia, vimos acordos de paz (…) no Sudão do Sul e na República Centro-Africana”, disse Guterres.

“Trabalhamos para ver se podemos ir na mesma direção na Líbia”, acrescentou.

“Houve eleições em Madagascar, na RDC (República Democrática do Congo) e no Mali, nas quais se dizia que iam levar a uma tragédia e a violências e que finalmente aconteceram pacificamente”, afirmou Guterres.

O secretário-geral da ONU atribuiu o sucesso dos acordos de paz “aos esforços conjuntos das Nações Unidas e da UA”, o que permitirá que as “armas se calem a partir de 2020 no continente africano”.

Guterres deu essas declarações um dia antes do início da 32ª sessão ordinária da assembleia de chefes de Estado e de governo dos 55 países-membros da UA, que acontece no domingo e na segunda-feira, em Adis Abeba.