Economia

Guedes: se for necessário mais do que R$ 44 bi de auxílio, governo tem protocolo

Guedes: se for necessário mais do que R$ 44 bi de auxílio, governo tem protocolo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, em 5 de fevereiro de 2021 - AFP


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira, 8, que, se for necessário mais do que os R$ 44 bilhões reservados para o auxílio emergencial, o governo tem “protocolo para isso”. “Se na frente for exigido mais, temos protocolo para isso”, afirmou.

Os R$ 44 bilhões foram o teto determinado na Proposta de Emenda à Constituição (PEC), aprovada no Senado na semana passada, para os gastos com o auxílio neste ano.

Guedes deu entrevista no Palácio do Planalto, apesar de não haver reunião no local prevista em sua agenda.

Em uma aparente mudança de postura em relação à cúpula do governo, Guedes reforçou que a vacinação em massa é a “primeira prioridade do governo”.

O ministro voltou a dizer que a economia brasileira foi uma das que menos caiu no mundo e que teve “recuperação em V”. “O Brasil vai responder à altura da crise com vacinação em massa, auxílio emergencial e protocolo fiscal”, completou.


+ MS: Homem que revelou amante pouco antes de ser intubado deixa UTI-covid
+ Ratinho critica Dudu Camargo: ‘Só o Silvio gosta dele’



Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS