Economia

Guedes: não vamos privatizar 4 grandes empresas em 4 meses, mas sim anunciar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira, 15, que a necessidade de intervenção estatal na contenção dos impactos do coronavírus não muda a orientação liberal do governo e anunciou a intenção de privatizar entre três e quatro grandes estatais até o fim do mandato.

Durante entrevista para a Jovem Pan, Guedes afirmou que não se faz até quatro grandes privatizações em quatro meses, mas a ideia do governo é “anunciar” que fará essas privatizações.

“Queremos anunciar três ou quatro grandes privatizações”, afirmou Guedes.

O ministro disse que um “meteoro” que cai sobre a terra a cada cem anos – em referência à pandemia do coronavírus – não altera a linha de redução do peso do Estado na economia. Ele considerou um equívoco a ideia de que populações de economias mais estatizadas estão mais protegidas na pandemia. “Isso é uma leitura ideologizada, de que todos vão ter economia mais estatizada porque o Estado é importante.”

O ministro reforçou ainda durante a entrevista o comprometimento com a retomada da agenda de reformas, salientando também que, apesar de a covid-19 ter travado uma pauta que estava, segundo ele, encaminhada, o Congresso é reformista. “Vamos conseguir avançar”, afirmou Guedes.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Veja também

+ Luísa Sonza abre jogo sobre comentários machistas que recebe na internet

+ Marcos sai em defesa de Marcelinho e questiona Casagrande: ‘Que democracia é essa?’

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Simaria posa com vestido sensual e arranca suspiros

+ Namorada de Marco Verratti exibe fotos sensuais

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?