Mundo

Guatemala protesta por desigualdade na distribuição de vacinas anticovid

Guatemala protesta por desigualdade na distribuição de vacinas anticovid

Trabalhador de saúde coleta amostra com swab nasal para exame PCR para a covid-19 em um laboratório móvel na Cidade da Guatemala, 27 de janeiro de 2021 - AFP


A Guatemala protestou nesta quarta-feira (24) pela concentração de vacinas anticovid por alguns países e lamentou a falta de eficácia do mecanismo Covax, impulsionado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para uma distribuição equitativa das doses, informou o chanceler Pedro Brolo.

“Desejo expressar nossa preocupação e protesto pela demora na distribuição das vacinas, levando em consideração o esforço que a Guatemala fez para gerenciar o pagamento antecipado mediante este mecanismo”, o Covax, disse o ministro em um comunicado.

Este dispositivo, implantado pela OMS e pela Aliança Mundial para as Vacinas e Imunização (GAVI) engloba 190 países, dos quais mais de 90 têm um nível de renda baixo ou médio.

O país centro-americano formulou seu protesto nesta quarta-feira em uma carta enviada ao diretor-executivo da GAVI, Seth Berkley, explicou o chanceler.

O presidente guatemalteco, Alejandro Giammattei, anunciou em 29 de dezembro passado a intenção de comprar diretamente cinco milhões de doses de vacinas anticovid do laboratório americano Moderna e 3,37 milhões do Covax para combater a pandemia.


+ Homem que vivia ‘casado’ com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra criança
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Ao preço de US$ 1.600 por kg, carne Ozaki é a mais cara do mundo



Segundo as projeções, estava previsto que os primeiros lotes chegassem ao país em meados de fevereiro, mas até o momento não há data concreta.

“A Guatemala acredita no acesso equitativo, universal e ágil, e por isso estimamos que se deve evitar que certos países gerem concentração da vacina”, informou o governo na carta de protesto.

“Lamentamos a falta de acesso às vacinas e expresso-lhe a urgência que nosso país tem em recebê-las, visto que foi um compromisso adquirido nesse processo, pelo que é preciso acelerar a entrega deste insumo”, acrescentou.

Esta atitude concentração contradiz “os princípios que originaram” a criação do Covax ante a crise sanitária mundial, lamentou o Executivo.

A pandemia do coronavírus deixou até a terça-feira 172.072 contágios e 6.315 mortos, segundo o Ministério da Saúde da Guatemala.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS