Esportes

Grupo anti-asiático ataca ginasta campeã olímpica com spray de pimenta emnos EUA


A ginasta norte-americana Sunisa Lee, medalha de ouro no individual geral na Olimpíada de Tóquio, afirmou, nesta quinta-feira, que foi alvo de ataques de um grupo Ant -asiáticos e foi atingida com spray de pimenta e calúnias racistas em Los Angeles.

O ataque foi feito quando a atleta, juntamente com amigos – todos descendentes de asiáticos – estava esperando um motorista de aplicativo, após uma festa. Uma pessoa dentro de um carro gritou frases ofensivas e lançou um spray de pimenta.

“Eu estava tão brava, mas não havia nada que eu pudesse fazer ou controlar porque eles fugiram. É muito difícil porque eu não queria fazer nada que pudesse me colocar em apuros, eu só deixei acontecer”, disse a campeã olímpica.

Com o título olímpico, Lee se tornou um dos símbolos do esporte contra a xenofobia, pois ela nasceu nos Estados Unidos e é filha de imigrantes. Foi a primeira atleta da etnia hmong a conquistar uma medalha em olímpíadas.

O número de crimes de ódio dirigidos a asiáticos nos Estados Unidos aumentou nos últimos anos. De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia o aumento de casos foi de 150% em 2020.





Tópicos

ataque ginástica