Edição nº2552 15/11 Ver edições anteriores

A gripe que agora ataca os EUA virá para o Brasil

A instalação de tendas de atendimento na área externa do Hospital Lehigh Valley, em Allentown, no estado americano da Pensilvânia, é o retrato da gravidade da atual epidemia de gripe no Hemisfério Norte. O número de pessoas em busca de auxílio foi tão grande que a instituição teve de improvisar em caráter emergencial um esquema de assistência. Pelo quadro observado até a semana passada, trata-se do mais sério e perigoso surto que surge nos EUA desde 2009, quando o vírus da gripe suína espalhou-se pelo mundo – e, o temor maior, é que a situação do presente se torne tão letal como a pandemia de nove anos atrás, quando cerca de cincoenta mil pessoas morreram. No território americano, 63 crianças haviam falecido até a quinta-feira 15, a taxa de hospitalização em razão da enfermidade alcançou 60 pessoas a cada 100 mil e 10% dos óbitos foram decorrentes de pneumonia resultante de complicações da doença. No Reino Unido, os serviços de emergência estão superlotados e, também na quinta feira, já chegava a 231 o total de mortos. O subtipo do Influenza (vírus da gripe humana) predominante é o H3N2, com enorme capacidade de mutação – com isso ele engana o nosso sistema imunológico e escapa também da cobertura vacinal (a taxa de imunização não ultrapassa os 10%, índice bem abaixo do padrão). Inevitavelmente o H3N2 afetará pesadamente o Brasil no outono e inverno, não sendo aceitável, portanto, que as autoridades da área da saúde pública aleguem, no final do mês que vem, que foram apanhadas de surpresa. Um importante (e preocupante) sinal de alerta veio na quinta-feira 15: a China anunciou o registro do primeiro caso conhecido de um tipo de vírus (gravíssimo) causador de gripe aviária. Sua identificação pela ciência: H7N4 (H e N são as proteínas que o compõem). Sua ação: devastadora.

10%
das mortes foram em decorrência de pneumonia originada pela gripe

63
crianças morreram de gripe (vírus H3N2) nos EUA desde outubro do no passado

ABUSO SEXUAL
As santas ONGs descem ao inferno

Divulgação

O nosso século ficará marcado como sendo o da falência das principais instituições humanitárias. Qual família, carente, não entregaria sua prole à ONG britânica Oxfam (a maior do Reino Unido)? Ou, então, à ONG internacional Médicos Sem Fronteiras, já coberta de pilhas de prêmios de direitos humanos? Agora, tudo mudou. A Oxfam admitiu que procedem as acusações de que muitos de seus integrantes cometeram abusos sexuais no paupérrimo Haiti (foto) – e foram homens e mulheres abusando de homens e de mulheres e de crianças. No rastro desse horror veio a Médicos Sem Fronteiras: reconheceu que há 146 denúncias de abusos praticados por gente que a integra. Detalhe: todas essas ONGs recebem verbas públicas.

LAVA JATO
E Lula acha o tríplex modesto demais?!…

Quando ainda não estava condenado em duplo grau de jurisdição, Lula dizia que seu tríplex, na cidade paulista do Guarujá, era um “tríplex Minha Casa, Minha Vida” – ou seja, coisa bem simples. O imóvel foi avaliado por ordem do juiz Sergio Moro. Vale R$ 2,2 milhões. Tem um elevador que liga os três pavimentos. É suíte para todos os lados. E é isso que Lula considera modesto demais!?…

TSE
Mais dinheiro para os partidos

As legendas poderão se valer do Fundo Partidário para as campanhas de seus candidatos, já esse ano. Valor: R$ 888,7 milhões (R$ 780,3 milhões é dotação da União). O aval veio do TSE. A esse dinheiro acrescente-se R$ 1,7 bilhão do Fundo Público Eleitoral. Soma feita, dá cerca de R$ 2,5 bilhões.

ECONOMIA
A festa do crédito do PT virou tristeza

Alfribeiro

A demagógica festa populista das gestões do PT à frente do governo federal, esbanjando crédito para fazer crer que governava para os pobres mas sabendo que a coisa ia estourar, foi traduzida em números de inadimplência na semana passada. Em 2010 e 2011, o governo incentivou de forma irresponsável a compra de veículos com parcelamentos em até 100 meses. Pela primeira vez, o BC revela agora as graves consequências dessa política petista: os bancos emprestaram R$ 209 bilhões, já dão como perdidos R$ 22,8 bilhões e estão com problemas para receberem outros R$ 38,1 bilhões. É incontável o número de inadimplentes que perderam seus carros.

CRIME
A feliz e infeliz Isabelly

Divulgação

No plano da filosofia e da teologia, a morte que não é natural é sempre “morte sem razão” e, assim, torna-se mais difícil a resiliência. É o caso do assassinato da youtuber e modelo de 14 anos Isabelly Cristine Santos. Levou um tiro na cabeça, na estrada entre os balneários paranaenses de Ipanema e Praia de Leste. O carro em que ela estava com amigos teria feito “manobra brusca”, e então um dos ocupantes do outro veículo, que se “sentiu ameaçado”, insanamente disparou a sua arma. Essa é a versão da polícia, dada por Everton Vargas, o atirador – não tem antecedentes criminais. Na quarta-feira 14 foi declarada a morte cerebral daquela que fora uma feliz adolescente. E infeliz ao cruzar com Everton no caminho. Seus órgãos e cabelos foram doados para hospital de câncer.

 

 


Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.