Esportes

Grêmio vence Athletico-PR e garante vaga na fase preliminar da Libertadores


Focado na decisão da Copa do Brasil, o Grêmio não teve uma boa atuação, mas fez o suficiente para vencer o Athletico-PR, por 1 a 0, neste domingo, em casa, pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo assegurou uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores e ainda manteve o sonho de uma vaga direta, seja pela quinta posição ou pelo título do torneio mata-mata.

Com 59 pontos, o Grêmio é o sexto colocado, dois atrás do Fluminense, com 61. A quinta posição pode valer uma vaga direta na Libertadores, desde que o Palmeiras conquiste a Copa do Brasil diante do próprio time gaúcho. Se não ocorrer isso, restará ao Grêmio levantar o título da competição nacional. O Athletico, com 50 pontos, em nono lugar, já tinha assegurado sua presença na Copa Sul-Americana.

Mais uma vez com uma escalação mista, o Grêmio não começou bem o jogo. Tentou apenas fazer cruzamentos das laterais e sem um jogador de armação, ficou também sem força ofensiva. A alternativa foi tentar as jogadas pelo lado esquerdo com Pepê, apoiado pelos avanços do lateral Diego Barbosa.

Mesmo com o Athletico-PR jogando sem um centroavante, com cinco atletas no meio-campo, houve uma troca constante entre Nikão e Carlos Eduardo no ataque. Esta movimentação dificultou a marcação da defesa gremista. O time visitante teve maior domínio em campo no primeiro tempo e conseguiu três boas finalizações, exigindo a presença firme do goleiro Paulo Victor.

Aos 19 minutos, ele saiu por baixo, bloqueando a finalização de Léo Cittadini, que apareceu sozinho na área após passe de Cristian. O goleiro saiu três vezes do gol para aliviar o perigo. Aos 30 minutos, Paulo Victor estava vencido em um cabeceio forte de Nikão, que passou rente à trave.


+ Após cobertura ser arrematada em leilão, Carlinhos Mendigo se recusa deixar propriedade
+ Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton
+ Furão é estrela de vídeo que recria cenas do filme Ratatouille



Na volta para o segundo tempo, o Grêmio tinha três mudanças: Jean Pyerre no lugar de Isaque e Ferreira no de Everton Cardoso, além de Thaciano na vaga do volante Darlan. O objetivo claro era deixar o time mais agressivo. Aparentemente, melhorou, tanto que aos oito minutos o goleiro Santos evitou o gol gremista após chute no ângulo de Jean Pyerre, que aproveitou bem o passe de Pepê para mandar no ângulo. O goleiro do Athletico espalmou.

Paulo Victor salvou o Grêmio aos 18 minutos, quando Cristian cruzou, o zagueiro Paulo Miranda tentou aliviar, mas mandou contra sua própria meta. Mas o goleiro deu um tapa para escanteio, em uma ação de muito reflexo.

O jogo passou a ficar movimentado, dos dois lados. O gol saiu, enfim, aos 31 minutos, após uma roubada de bola de Lucas Silva em cima de Nikão. Já no ataque, Diego Churin, que tinha acabado de entrar no lugar de Diego Souza, arriscou o chute de fora da área, mas a bola desviou no zagueiro Pedro Henrique e sobrou para Thaciano, sozinho de frente com o goleiro Santos. O gremista chutou forte e estufou as redes.

Após o gol, o time paranaense se atirou ao ataque, inclusive abrindo mão do meia Léo Cittadini para a entrada do atacante Bissoli. O técnico Renato Gaúcho respondeu ao reforçar a marcação com a entrada de David Braz no lugar do volante Darlan, levando o Grêmio a atuar com três zagueiros.

No final do jogo, os jogadores paranaenses foram para cima do árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro, reclamando da falta de mais minutos de acréscimos. Pele veemência, dois jogadores foram expulsos: Richard e Thiago Heleno.

Na última rodada, quinta-feira às 21h30, o Grêmio vai enfrentar o Red Bull Bragantino, no interior de São Paulo. Enquanto isso, o Athletico receberá o Sport na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 0 ATHLETICO-PR

GRÊMIO – Paulo Victor; Victor Ferraz, Paulo Miranda, Kannemann e Diego Barbosa; Darlan (Thaciano), Lucas Silva (David Braz) e Everton Cardoso (Ferreira); Isaque (Jean Pyerre), Diego Souza (Diego Churín) e Pepê. Técnico: Renato Gaúcho.

ATHLETICO-PR – Santos; Jonathan (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Richard, Christian, Léo Cittadini (Bizolli), Jadson (Renato Kayzer) e Carlos Eduardo (Vitinho); Nikão. Técnico: Antônio Oliveira (auxiliar).

GOL – Thaciano aos 31 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS – Darlan, Lucas Silva e Ferreira (Grêmio). Nikão (Athletico-PR).

CARTÕES VERMELHOS – Richard e Thiago Heleno (Athletico-PR).

RENDA E PÚBLICO – Portões fechados.

LOCAL- Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Veja também

+ Receita simples de bolo Red Velvet
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS