Cultura

Gravadora de Pabllo Vittar responde aos ‘haters’ no Facebook

Na última segunda-feira, 28, a Sony Music Brasil fez post no Facebook repudiando o ataque virtual ao canal da cantora Pabllo Vittar no YouTube. Invasores deletaram o clipe da música “K.O.”, colocaram uma foto do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no perfil e também fizeram upload de vídeos com conteúdo impróprio.

A maioria dos comentários foram solidários à cantora, mas alguns dos usuários publicaram opiniões negativas e mensagens de ódio a Pabllo. Os responsáveis pela página da gravadora, então, começaram a “responder” esses comentários com ironias para tentar desqualificá-los.

Quando um internauta fez uma comparação com músicos dos anos 80 dizendo que a música de Pabllo não tinha qualidade, a gravadora respondeu: “anos 80 – opressão, homofobia, misoginia e machismo; anos 2018 – liberdade de expressão, amor ao próximo e tolerância.”