Cultura

Gravadora de Pabllo Vittar responde aos ‘haters’ no Facebook

Na última segunda-feira, 28, a Sony Music Brasil fez post no Facebook repudiando o ataque virtual ao canal da cantora Pabllo Vittar no YouTube. Invasores deletaram o clipe da música “K.O.”, colocaram uma foto do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no perfil e também fizeram upload de vídeos com conteúdo impróprio.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A maioria dos comentários foram solidários à cantora, mas alguns dos usuários publicaram opiniões negativas e mensagens de ódio a Pabllo. Os responsáveis pela página da gravadora, então, começaram a “responder” esses comentários com ironias para tentar desqualificá-los.

Quando um internauta fez uma comparação com músicos dos anos 80 dizendo que a música de Pabllo não tinha qualidade, a gravadora respondeu: “anos 80 – opressão, homofobia, misoginia e machismo; anos 2018 – liberdade de expressão, amor ao próximo e tolerância.”

Veja também

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea