Cultura

‘Grande desafio’, afirma Carla Diaz sobre interpretar Suzane Von Richthofen

A atriz Carla Diaz, que viverá Suzane Von Richthofen nas telonas, falou que interpretar a jovem que encomendou a morte dos pais é “um grande desafio” para ela.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Em entrevista à coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, Carla comentou o choque que o crime provocou na época, em 2002.

“Acredito que assim como muitos devem pensar e sentir, essa história chamou muito a minha atenção, porque não entra na minha cabeça uma filha cometer uma atrocidade dessas com os pais. E vendo pelo lado profissional, da atriz, esse é certamente um grande desafio para mim”, disse ela.

A colunista cita críticas que surgiram após Carla ter sido anunciada como a protagonsita do filme A Menina que Matou os Pais. A atriz disse que não as tomou para si. “As críticas não foram para mim, as pessoas se dividiram nas opiniões sobre a abordagem do tema. O que é natural”, afirmou.

O filme, que tem previsão de estreia para o primeiro semestre de 2020, será baseado nos depoimentos dos três culpados: Suzane e os irmãos Daniel e Christian Cravinhos.

Veja também

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea