Esportes

Grand Slams prometem “melhorias” para ajudar tenistas a administrar pressão


Os quatro torneios do Grand Slam se comprometeram nesta terça-feira a pressionar por “melhorias significativas” para ajudar os tenistas a administrar a pressão que sofrem, um dia após a retirada de Roland Garros da número 2 do mundo, a japonesa Naomi Osaka.

“O bem-estar dos jogadores sempre foi uma prioridade para os Grand Slams e é nossa intenção, juntamente com a WTA, a ATP e a ITF, colocar mais foco na saúde mental e no bem-estar em nossas ações futuras”, diz um comunicado dos organizadores de Roland Garros, Wimbledon, US Open e Australian Open.

“Juntos, continuaremos a melhorar a experiência dos jogadores em nossos torneios, também no que se refere às relações com a mídia. Queremos trabalhar com jogadores, torneios, imprensa e comunidade do tênis para implementar melhorias significativas”, acrescentaram.

Na segunda-feira, Osaka anunciou sua retirada de Roland Garros após ser ameaçada com duras sanções caso mantivesse sua posição de não atender à imprensa durante o torneio parisiense.

Na semana passada, a japonesa, que admitiu ter sofrido “episódios depressivos” após seu título no US Open em 2018, anunciou que não compareceria às tradicionais coletivas de imprensa pós-jogo para preservar sua “saúde mental”.

dj/jc/mcd/pm/aam

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

2021 ATP FRA tênis WTA