Esportes

Grã-Bretanha perde prata olímpica no revezamento 4x100m masculino por doping

Crédito: Reprodução Instagram

O revezamento masculino britânico perdeu a medalha de prata nos 4×100 metros do atletismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio devido a um resultado de exame antidoping positivo do velocista Chijundu ‘CJ’ Ujah, anunciou o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) nesta sexta-feira em um comunicado.

A Itália foi a campeã olímpica nessa prova e o Canadá ficou em terceiro, enquanto a China terminou em quarto lugar. Durante o exame de CJ Ujah, foram detectadas substâncias proibidas, ostarine e S-23, geralmente usadas para aumentar a massa muscular.

“Ujah está sancionado com a desclassificação de seus resultados na final do revezamento 4×100 metros, assim como a retirada de medalhas, diplomas, pontos e prêmios”, informou o TAS em seu texto.

Ujah disse em um comunicado que aceitou a decisão com “tristeza”, mas se defendeu dizendo que “inconscientemente consumiu um suplemento contaminado”.

O velocista de 27 anos pediu desculpas a seus companheiros de equipe, Zharnel Hughes, Nethaneel Mitchel-Blake e Richard Kilty.

“Gostaria de deixar claro que, sem saber, consumi um suplemento contaminado e esse é o motivo dessa violação da regra antidoping nas Olimpíadas de Tóquio”, disse CJ Ujah em seu comunicado.

“Quero pedir desculpas aos meus companheiros de equipe, suas famílias e membros da equipe pelo impacto que isso pode ter tido sobre eles”, acrescentou.

“Lamento que esta situação tenha custado aos meus companheiros as medalhas pelas quais eles trabalharam tão intensamente e por tanto tempo e que tanto mereciam. Vou me arrepender pelo resto da minha vida”, garantiu ele.

 

 

kca/jw/ng/dr/aam