Geral

Governo SP disponibiliza R$ 70 milhões em créditos para empreendedores

Por meio do Banco do Povo, o governo de São Paulo vai liberar mais R$ 70 milhões em microcrédito para auxiliar microempreendedores (MEI), produtores rurais e informais para atravessar o momento de crise provocada principalmente pela pandemia do novo coronavírus.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Estão sendo oferecidas duas linhas de crédito. A primeira delas é para os empreendedores informais e produtores rurais sem CNPJ. As opções de crédito nessa linha vão até R$ 5 mil, com taxa de juros a 1% ao mês. O prazo para pagamento é de até 12 meses com carência de até 60 dias para capital de giro. Já para o investimento fixo, o prazo para pagamento é de até 24 meses com até 90 dias de carência. Para obter essa linha de crédito, o empresário precisará apresentar um avalista.

A segunda linha é voltada para Microempreendedores Individuais (MEIs) e produtores rurais, mas com CNPJ. A taxa de juros é de 0,35% a 0,70% ao mês e o limite de crédito é de até R$ 8,1 mil, que pode ser utilizado tanto para compras de mercadoria quanto para pagamentos das obrigações da empresa.

Nessa linha, o prazo para pagamento é de até 24 meses com carência de até 60 dias para capital de giro. Já para o investimento fixo, o prazo para pagamento é de até 36 meses com até 90 dias de carência. Para solicitar os financiamentos dessa linha, o empreendedor não pode ter restrições cadastrais no CNPJ e CPF.

O governo de São Paulo já tinha sido disponibilizado R$ 650 milhões em empréstimos subsidiados por meio do Banco do Povo, Desenvolve SP e Sebrae-SP. Segundo o governo, mais de 70% desses recursos foram destinados aos setores mais vulneráveis da economia, como comércio, bares e restaurantes, beleza, transporte e eventos. Até agora, 11.932 empreendedores foram contemplados com o crédito.

Mais informações sobre as duas linhas de crédito podem ser obtidas no site.

Doações

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que o governo paulista arrecadou, desde o início da pandemia até hoje (10), R$ 1,03 bilhão em doações privadas para ações de combate ao novo coronavírus. Segundo ele, 251 empresas fizeram doações em dinheiro, serviços e materiais, que são auditadas pela Pricewatershouse Coopers Brasil.

 

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea