Geral

Governo decide fechar fronteiras aéreas com seis países por medo de variante do coronavírus

Crédito: Isac Nóbrega/PR

Com o temor da chegada de um nova variante do coronavírus ao País, o governo brasileiro decidiu fechar as fronteiras aéreas para passageiros de seis países do Sul da África. A restrição passará a valer já na próxima segunda-feira (29), conforme divulgado pelo ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Apesar da informação ter sido divulgada em perfil de rede social de Ciro, a portaria deve ser publicada no “Diário Oficial da União”, no próximo sábado (27).

Classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como preocupante, a nova variante batizada de ômicron já foi registrada inclusive na Bélgica. Entre os países que vão sofrer a restrição estão África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

“O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Portaria será publicada amanhã e deverá vigorar a partir de segunda-feira”, disse Nogueira em rede social.

O País seguiu a medida tomada pelo governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta sexta-feira (26). No entanto, além dos países já citados, o governo norte-americano também incluiu no bloqueio Moçambique e Malawi.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua