Brasil

Tocantins autoriza mais de 500 pedidos de desmatamento após compromisso pela preservação

Crédito: Netto Lacerda / Governo do Amapá

Fórum com os governadores da Amazônia Legal (Crédito: Netto Lacerda / Governo do Amapá)

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) concedeu na última sexta-feira (2) 577 “Extratos de Autorização de Exploração Florestal” que permite o desmate de áreas especificadas, podendo variar de 10 a 900 hectares de vegetação. A publicação do decreto foi pouco tempo depois do governador Mauro Carlesse (DEM) assinar um compromisso para preservação do meio ambiente. As informações são do G1.

O documento “Carta de Palmas” foi resultado de um fórum realizado em Tocantins (AP) com os governadores da Amazônia. Nele, os governantes “manifestam firmemente a preocupação com o avanço do desmatamento ilegal na Amazônia Legal e ratificam o compromisso institucional de buscar mecanismos reais que garantam o desenvolvimento sustentável da região”.

Em nota, o governo de Tocantins por meio do Naturatins disse que os extratos são referentes a requerimentos que já estavam aprovados anteriormente e que eles cumprem todos os requisitos legais, preservando os percentuais de vegetação nativa, previsto no Código Florestal.