Mundo

Governo da Itália aumenta fundos contra violência de gênero

ROMA, 10 DEZ (ANSA) – A Comissão de Orçamento do Senado da Itália aprovou nesta terça-feira (10) um projeto que garante mais 4 milhões de euros por ano entre 2020 e 2022 para o programa do governo contra a violência sexual e de gênero.   

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A medida entrará como emenda à proposta de Lei Orçamentária do governo para o ano que vem, que está em discussão no comitê.   

“É um sinal muito importante na luta contra a violência à mulher, que se junta a outras ações, como a maior proteção aos órfãos de feminicídios”, disse a senadora Valeria Valente, do centro-esquerdista Partido Democrático (PD) e autora da emenda.   

O plano contra a violência sexual e de gênero foi instituído em 2015 e reúne políticas públicas de prevenção contra feminicídios e outros crimes contra mulheres.   

A Itália registrou 142 feminicídios em 2018, o que representa um crescimento de 0,7% em relação a 2017, segundo relatório do instituto de pesquisas sociais Eures. De acordo com o estudo, 40,3% das vítimas de homicídio no país em 2018 eram mulheres, maior percentual da história. (ANSA)

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea