Esportes

Governo britânico libera público total para o GP de Silverstone de Fórmula 1


O circuito de Silverstone terá a permissão de receber lotação máxima para o Grande Prêmio da Grã-Bretanha em 18 de julho, décima etapa da Fórmula 1. O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, pelo governo britânico.

A última corrida antes da pandemia realizada com público no circuito, em 2019, reuniu 351 mil espectadores nos três dias de evento, com 141 mil no domingo, dia da corrida. A tradicional pista foi sede de duas corridas no ano passado, ambos sem fãs. A primeira corrida foi vencida pelo britânico Lewis Hamilton e a segunda, batizada como o GP dos 70 Anos da Fórmula 1, o holandês Max Verstappen foi o vencedor.

O GP da Inglaterra será marcado por uma novidade: as corridas classificatórias, proposta da categoria para definir as posições de largada da corrida do domingo e também tornar os fins de semana mais atrativos. Outras duas etapas receberão testes do formato, com locais ainda a serem definidos.

Silverstone é mais um evento que recebe permissão do governo britânico para receber grande quantidade de público após a pandemia. O torneio de Wimbledon, que começará na próxima segunda-feira, poderá reunir 15 mil pessoas nas finais masculina e feminina.

Já a Eurocopa poderá ter 60 mil torcedores para assistir às semifinais e final da competição de seleções em Wembley, também em Londres, o equivalente a 75% da capacidade do tradicional estádio (90 mil).

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago