Geral

Governador e parlamentares criticam piada homofóbica de Bolsonaro no Maranhão

Crédito: AFP

Presidente Jair Bolsonaro (Crédito: AFP)

O presidente Jair Bolsonaro gerou polêmica ao fazer uma piada homofóbica durante sua passagem pelo Maranhão. O mandatário parou para cumprimentar apoiadores, que ofereceram para o presidente um copo de Guaraná Jesus. “Agora virei boiola igual maranhense, é isso?”, disse ao beber o refrigerante.

“É cor-de-rosa do Maranhão aí, ó. Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense hein”, acrescentou. Bolsonaro ainda insistiu na piada preconceituosa. Indicando a cor da bebida, ele questionou a multidão: “Que boiolagem é isso aqui?”.

Pelo Twitter, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que o presidente demonstrou falta de educação e decoro ao fazer uma piada sem graça, que utilizou dinheiro público para fazer propaganda política, e que ele seria processado.

Deputados e senadores também criticaram a fala de Bolsonaro:

Na noite de quinta-feira (29), durante a tradicional live nas redes sociais, Bolsonaro pediu desculpas pela piada. “Pessoal, fiz uma brincadeira. Se alguém se ofendeu, me desculpa aí, tá certo. O Guaraná Jesus, devido à cor dele, cor-de-rosa”, disse o presidente.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel