Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O Santos viveu uma semana com dois clássicos importantes. A equipe enfrentou duas vezes o Corinthians, fora de casa, pela Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Em campo, porém, Ricardo Goulart, maior contratação do time para temporada não marcou presença.

O camisa 10 foi anunciado pelo Peixe no dia 11 de janeiro. A negociação era considerada mais difícil, porém, viável. O jogador aceitou a proposta com salário de cerca de R$ 500 mil, além de bônus por ações de marketing. Goulart ficou empolgado com o projeto apresentado pelo Santos e assinou um contrato de dois anos de duração.

E o camisa 10 do Peixe amarga 270 minutos seguidos no banco de reservas. Ele foi opção contra Red Bull Bragantino e Corinthians, em duas vezes, mas não entrou nos jogos. A última vez que o jogador marcou foi na vitória contra o Água Santa por 3 a 2, no dia 19 de março, em duelo válido pelo Campeonato Paulista.

Mesmo assim, segue prestigiado junto à comissão técnica. “Ricardo é um jogador muito importante para o grupo. Um profissional 100%, que se dedica, estando dentro ou fora, 100%. Simplesmente são condições táticas de acordo com a partida. Mas precisamos ressaltar que Ricardo é um profissional 100%, muito importante para o grupo. Seguramente que, quando jogar, o fará da melhor maneira”, disse Lucas Ochandorena após o clássico.

Com passagens por Santo André, Internacional, Goiás, Cruzeiro, Palmeiras e Guangzhou Evergrande, o atleta de 31 anos estreou pelo Santos na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, de virada, no dia 3 de fevereiro, na Neo Química Arena.