Comportamento

‘Google virou o confessionário das pessoas’, demonstra estudo de Cintia Coelho

‘Google virou o confessionário das pessoas’, demonstra estudo de Cintia Coelho

"Google virou o confessionário das pessoas", demonstra estudo de Cintia Coelho


“O Google virou o confessionário das pessoas”, aponta a pesquisadora Cintia Coelho em recente estudo comportamental que acaba de virar livro.

Na obra “Tendências e Contornos da Sociedade de Consumo”, dirigido a acadêmicos, estudiosos e pessoas curiosas sobre fatos e questionamentos pertinentes sobre a ressignificação do consumo no início do século XXI, a coleta, armazenamento e manuseio de dados, assim como a atuação da mídia.

Cintia analisa a intersecção de analógico e digital, e seus impactos na sociedade e no consumo, tendo como um dos maiores insights a percepção do buscador Google.

“Meus estudos pelo Google Trends revelaram que muitas pessoas buscam desabafar e solucionar problemas. Inclusive, elas têm buscado cada vez mais tópicos sensíveis”, diz a . “Cito no livro o caso de uma menina que pedia ajuda ao Google por estar grávida e ter somente 11 anos de idade”, destaca a profissional de comunicação e historiadora, mestre em História (PUC-SP), pós-graduada em Comunicação Corporativa e com MBA em Marketing (FGV-SP).

Segundo a autora, com a intersecção de analógico e digital, e seus impactos na sociedade e no consumo, as relações interpessoais também têm se tornado cada vez mais fracas e como as pessoas têm buscado significado e propósito por meio do consumo.

“No amor romântico, por exemplo, as buscas por aplicativos de namoro têm caído na França, talvez porque sites com vídeos de pornografia, e até a possibilidade de conversar com uma profissional do sexo pelas redes sociais, esteja entre as possibilidades de relacionamentos desse mundo digital”, exemplifica Cintia.

Em resumo, “Tendências e Contornos da Sociedade de Consumo” é um compilado de insights poderosos desnudando o real significado (ou a falta dele) que estamos vivendo.