Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

A Polícia Civil de São Paulo prendeu em Sorocaba uma quadrilha acusada de movimentar mais de R$ 10 milhões roubados de idosos no interior de São Paulo. A ação desarticulou uma organização criminosa conhecida como “gangue do motoboy”, que é investigada pela prática de estelionato e lavagem de dinheiro. As informações são do G1.

No total, foram expedidos 12 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão em cinco municípios do estado. De acordo com a polícia, 10 pessoas foram presas e duas permanecem foragidas, sendo uma delas o motoboy.

A quadrilha agia entrando em contato com a vítima e afirmando que o cartão dela havia sido clonado. Em seguida, um dos criminosos vai até a casa da pessoa afirmando que precisa retirar o cartão para que seja bloqueado. No entanto, com o cartão em mãos, a quadrilha realiza vários saques e compras. O crime ficou conhecido como “golpe do motoboy“.

Durante a investigação, a Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) conseguiu identificar os suspeitos envolvidos no crime. Estima-se que eles tenham feito, pelo menos, 11 vítimas de Sorocaba e cidades da região, a maioria idosos.