O goleiro senegalês Edouard Mendy, que tinha contrato com o Chelsea, assinou com o Al-Ahli, anunciou o clube nesta quarta-feira (28), confirmando assim uma nova operação de impacto internacional para o futebol saudita.

Mendy, que perdeu a titularidade nesta temporada para o espanhol Kepa Arrizabalaga entre os goleiros dos ‘Blues’, é o terceiro jogador a deixar recentemente Stamford Bridge para jogar no campeonato saudita, depois de N’Golo Kanté (Al-Ittihad) e Kalidou Koulibaly (Al-Hilal).

Segundo a imprensa, o Al-Ahli pagou cerca de 16 milhões de libras (cerca de R$ 98 milhões na cotação atual) ao Chelsea para contratar Mendy.

O goleiro de 31 anos estava no Chelsea desde 2020. Ele foi uma peça importante na conquista da Liga dos Campeões em 2021, mas perdeu espaço no ano passado. Depois da Copa do Mundo no Catar, Mendy jogou apenas uma partida.

Outro jogador do Chelsea, o marroquino Hakim Ziyech, também estaria em contato com outro clube saudita, o Al-Nassr, onde o cinco vezes vencedor da Bola de Ouro Cristiano Ronaldo joga desde janeiro.

Outros destaques do futebol europeu, como o francês Karim Benzema (Al-Ittihad), se transferiram para clubes sauditas nas últimas semanas, confirmando o país como protagonista no atual mercado de transferências.

smg-nr/ea/dr/aam/cb