Geral

GO: Por disputa de bens, advogado mata seis cachorros para ameaçar a madrasta

Crédito: Reprodução

Polícia Civil de Formosa (Crédito: Reprodução)

Em março deste ano, um advogado, de 30 anos, decapitou seis cachorros e deixou as cabeças em frente à casa da sua madrasta no município de Formosa, em Goiás. Segundo o inquérito, concluído nesta semana, ele cometeu o crime para intimidá-la por causa de uma disputa de bens deixados pelo seu pai. As informações são do O Globo.

O delegado Paulo Henrique Ferreira Santos, da 1ª Delegacia Distrital de Polícia de Formosa, conta que o advogado sabia que os animais eram queridos por sua madrasta. Por isso, foi até a fazenda onde ela vivia com o seu falecido pai, raptou os cachorros e cortou as cabeças de uma fêmea e seus cinco filhotes.


No decorrer das investigações, os agentes descobriram que a madrasta e o suspeito fizeram um acordo extrajudicial para a partilha dos bens.

“Ele começou a pressionar a esposa do pai para que resolvesse essas questões logo”, disse o delegado.

O advogado nega que tenha cometido o crime, mas começou a circular por Formosa uma gravação na qual ele admite ter matado os cachorros.

O suspeito será indiciado por maus-tratos aos animais com resultado de morte.