Esportes

Globo é condenada a pagar R$ 200 mil a comentarista demitido antes de jogo

Crédito: Reprodução/ Facebook

O jornalista Rivelino Teixeira venceu um processo trabalhista contra o Grupo Globo movido por ele após ser demitido horas antes de uma transmissão da Série B em 2017. De acordo com a decisão da 5ª Vara do Trabalho de São Paulo, a emissora terá que pagar R$ 200 mil em parcelas para o ex-funcionário. A Globo ainda pode recorrer. As informações são do Uol.

Na ação movida por Rivelino, ao qual o Uol Esporte teve acesso, o jornalista alega falta de pagamento de férias e horas extras, além de indenização por constrangimento e assédio moral na demissão. Ele também afirmou que não tinha intervalo para repouso ou alimentação e que ganhava menos do que colegas que desempenhavam a mesma função.

Na sentença assinada pelo juiz Carlos Eduardo Ferreira de Souza Duarte Saad, o magistrado negou que a Globo tenha o constrangido na dispensa, mas deu ganho de causa em todos os outros pedidos do comentarista.

Ainda conforme o Uol, o comentarista foi desligado na grande leva de dispensas do Esporte da Globo ocorrida em outubro de 2017. Procurada pela reportagem do UOL Esporte, a Globo informou que “não se manifesta sobre assuntos sob judice”.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel