ISTOÉ Gente

Globo corta cenas de homofobia e prostituição em Fina Estampa

Crédito: Reprodução/Instagram

Com a pandemia do novo coronavírus, as novelas pararam de ser gravadas e, por isso, a Rede Globo resolveu reprisar alguns de seus sucessos até que as gravações voltassem ao normal. Fina Estampa, uma das grandes produções da emissora, está sendo reprisada às 21h, mas com cortes que deixam a trama sem sentido.

+ Marcos Hummel comemora 45 anos de televisão

Para acelerar a história e evitar polêmicas, cenas da vida de prostituição de Leandro (Rodrigo Simas) foram cortadas. Isso significa que o momento em que ele briga com a mãe Dagmar (Cris Vianna), que o pega no flagra durante um programa, não foi exibida, e os dois já aparecem brigados, aparentemente sem motivo.

Cenas de homofobia com o personagem Crô também foram cortadas. Os ataques sofridos pelo homossexual por homens que jogavam vôlei na praia não não aparecem.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior