ISTOÉ Gente

Giulia Gam sobre sua saída da Globo: “Senti muita ansiedade e tive uma depressão”

Crédito: Divulgação/ TV Globo

Giulia Gam em seu último trabalho na Globo durante participação especial em "Mister Brau" (2017) (Crédito: Divulgação/ TV Globo)

Giulia Gam, de 53 anos, deu uma entrevista ao Splash, do UOL, e falou como sua saída da TV Globo há dois anos, mexeu com o seu psicológico.

“Senti muita ansiedade e tive uma depressão. A Globo me apoiou muito, até que chegou um momento em que eu não estava produzindo. Como meu contrato estava acabando, entramos em um acordo e não foi renovado. Deixei as portas abertas”, contou Gam.
A atriz ainda disse que está aprendendo a lidar com a doença: “Eu sentia uma ansiedade muito forte. Uma coisa paralisante. Tive crise de pânico e um pouco de tudo. É um conjunto de coisas. É preciso muita terapia para saber o que realmente detonou essa crise de ansiedade, esse medo de tudo.”
Veja também:
Giulia concluiu fazendo um alerta para as pessoas que sofrem do mesmo problema que ela.  “Vai passar. É precisa apoio médico, espero que você acerte no profissional (risos) e tenha um canal afetivo com ele. Mas vai passar. Quando está mal, você não consegue ver um futuro a sua frente, mas você voltará a ter a sua vida. É preciso ter paciência”.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Telefone de jornalista argentino roubado ao vivo em Buenos Aires

+ Márcia Bonde divulga vídeo e deixa fãs sem fôlego

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar