Geral

Gisele Bündchen vira acionista da Ambipar


A modelo brasileira Gisele Bündchen será acionista da multinacional brasileira Ambipar, que atua na área de gestão e serviços ambientais. Ela também vai integrar o comitê de sustentabilidade da companhia. O porcentual de participação acionária não foi revelado pela empresa.

As conversas entre a modelo e a companhia de capital aberto começaram dentro de um processo de revisão do posicionamento da marca, iniciado no ano passado, pouco depois da oferta inicial de ações (IPO) da companhia na B3, a Bolsa brasileira. Gisele é conhecida por seu ativismo ambiental e, recentemente, foi uma das produtoras executivas do documentário Solo Fértil.

A entrada da modelo na empresa é mais um lance das companhias de capital aberto no universo das estrelas do showbiz. A diferença desses acordos para as contratações para campanhas publicitárias é que, segundo as empresas, as celebridades terão voz em tomadas de decisão.

O acordo da cantora Anitta com o Nubank, por exemplo, previu que ela será membro do conselho de administração da fintech. Já o BV anunciou a atriz Taís Araújo como embaixadora da marca, mas também com autoridade para dar palpites em produtos e serviços. Na marca de calçados esportivos Olympikus, a cantora Iza foi nomeada diretora criativa. A ex-BBB Manu Gavassi virou chefe de conteúdo da empresa de gim Tanqueray e a atriz Marina Ruy Barbosa foi codiretora de coleções de joias da Vivara.

A proposta inicial era que Gisele fosse embaixadora da marca e estrelasse campanhas publicitárias da Ambipar. Com o tempo, diz a empresa, as conversas evoluíram para o ingresso da modelo como acionista da companhia e também como integrante do comitê de sustentabilidade. Em nota, Gisele disse que o mote “regeneration for the next generations” (regeneração para as próximas gerações) foi um dos elementos que a cativaram. A primeira campanha publicitária com Gisele está em produção, mas ainda sem data de estreia.

Aquisição

A Ambipar também confirmou ontem a aquisição da Biofílica, conforme antecipou o Estadão. A companhia comprou 53,6% da empresa, o que significa a estreia da Ambipar no mercado de crédito de carbono. Trata-se da 18.ª aquisição da companhia em um ano.

Desde a sua oferta inicial de ações, a Ambipar desembolsou R$ 1,4 bilhão e tem animado os investidores. De janeiro para cá, os papéis da companhia acumulam uma alta de quase 60%.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Aprenda a fazer a deliciosa receita de feijoada da cantora Ivete Sangalo
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Receita fácil e rápida de pavê de amendoim para o fim de semana
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago