Esportes

Ginastas dos EUA depõem contra médico em audiência judicial

As ginastas dos Estados Unidos vão depor a partir desta terça-feira em audiência extraordinária que pode resultar em nova condenação ao médico Larry Nassar, em Michigan. Ele já admitiu ter cometido crimes sexuais contra as atletas e foi condenado em dezembro a 60 anos de prisão.

Essa pena pode aumentar na sexta-feira, quando a juíza Rosemarie Aquilina pretende apresentar seu veredicto, após os testemunhos de quase 90 mulheres e garotas que devem falar diante do tribunal nos próximos dias.

A primeira a se manifestar na audiência foi a ginasta Kyle Stephens. “Estou testemunhando para que o mundo saiba que você é um mentiroso repulsivo. Talvez você só tenha percebido isso agora, mas garotas pequenas não permanecem pequenas para sempre. Elas crescem e se tornam mulheres fortes que destroem o seu mundo”, declarou a atleta, que alega ter sofrido abuso sexual de Nassar quando tinha entre 6 e 12 anos.

Outro forte depoimento foi dado por Donna Markham, que culpou o médico pelo suicídio de sua filha, Chelsey, em 2009. Depois de ter sido abusada, ela teria passado a consumir drogas. “Tudo começou com ele”, disse Markham.

A audiência está acontecendo na cidade de Lansing, no estado de Michigan, onde aconteceram os abusos sexuais. O médico cometeu os crimes enquanto trabalhava na Universidade Estadual de Michigan, em seu escritório e também como médico da seleção norte-americana de ginástica artística.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Nassar admitiu ter abusado sexualmente das ginastas, possuir pornografia infantil, além de ter molestado as meninas que buscavam tratamento médico. Ele foi condenado em dezembro a 60 anos em prisão federal por possuir pornografia infantil e enfrenta acusações de mais 40 a 125 anos de prisão depois de se declarar culpado de abusar de sete meninas. O tempo de 125 faz referência o número de mulheres e garotas que reportaram alguma acusação contra ele.

O médico voltou a ser notícia ainda na segunda, antes do início da audiência, nesta terça, após revelações da ginasta Simone Biles. Fenômeno da modalidade, a dona de quatro medalhas de ouro e cinco no total nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 disse que também foi alvo de Nassar.

Ela se juntou a uma lista de ginastas de alto nível que denunciaram Nassar, incluindo a seis vezes medalhista olímpica Aly Raisman, a campeão mundial de 2012 Gabby Douglas e a duas vezes medalhista olímpica McKayla Maroney.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Patrick Estrela, de Bob Esponja, vai ganhar série própria

+ Sylvester Stallone coloca seu Cadillac Escalade personalizado à venda; confira!

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?