Brasil

Geraldo Julio deve ser reeleito no Recife, mostra Datafolha

O candidato à prefeitura de Recife Geraldo Julio (PSB) seria reeleito se a eleição fosse hoje com 60% dos votos válidos, segundo última pesquisa do Datafolha, divulgada neste sábado, 29. Já o ex-prefeito João Paulo (PT) teria 40% dos votos válidos.

A diferença entre os candidatos continuou praticamente a mesma da última pesquisa realizada, no dia 25 de outubro, quando Geraldo Julio estava com 59% e João Paulo com 41%.

O Datafolha exclui a amostra de votos brancos, nulos e de eleitores indecisos para calcular os votos válidos, sendo o mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral.

Já no total de votos na capital pernambucana, Geraldo Julio possui 51% das intenções de votos, ante 50% anotado na última pesquisa. Já João Paulo tem 35% ante 34%. Votos brancos ou nulos caíram de 11% para 9% e os indecisos seguiram com 5%.

A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S. Paulo. O nível de confiança é de 95%. O registro no Tribunal Regional Eleitoral foi feito sob o protocolo PE-04578/2016.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel