Mundo

George Soros diz que Ucrânia pode ser início da Terceira Guerra Mundial

George Soros diz que Ucrânia pode ser início da Terceira Guerra Mundial

Investidor bilionário George Soros


DAVOS (Reuters) – O investidor bilionário George Soros afirmou nesta terça-feira que a invasão da Ucrânia pela Rússia pode ter sido o começo da Terceira Guerra Mundial, e que a melhor maneira de preservar a civilização livre é que o Ocidente derrote as forças do presidente russo, Vladimir Putin.


+ 3 signos que não têm pressa de dizer ‘eu te amo’
+ Previsões de Nostradamus: Asteroide e ‘fim de todo o mundo’
+ SP: Tribunal do PCC mata dois homens que desviaram R$ 500 mi de garagens de ônibus

Soros, de 91 anos, um lendário administrador de fundos de investimento que ganhou fama apostando contra a libra esterlina em 1992, projetou a guerra da Ucrânia como parte de um confronto mais amplo entre sociedades abertas e sociedades fechadas, como a China e a Rússia, que estão em ascensão.

“A invasão pode ter sido o começo da Terceira Guerra Mundial, e nossa civilização pode não sobreviver”, disse Soros em Davos, de acordo com um texto de seu discurso, publicado por seu escritório.

“A melhor e talvez única maneira de preservar nossa civilização é derrotar Putin assim que possível. Essa é a conclusão”.

Soros disse que Putin, que afirma que a “operação especial” russa na Ucrânia está indo de acordo com o plano e vai atingir todos os objetivos do Kremlin, hoje acredita que a invasão foi um erro e se prepara para negociar um acordo de cessar-fogo.

“Mas o cessar-fogo é inatingível pois ele não é confiável”, afirmou Soros. “Quanto mais fraco Putin fica, mais imprevisível ele se torna”.

Soros disse que a União Europeia tinha que entender que Putin pode interromper as exportações de gás natural russo, que representam atualmente 40% das necessidades da Europa “enquanto isso realmente machuca”.

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4N12I-BASEIMAGE