George Russell conquistou a pole position do Grande Prêmio do Canadá neste sábado em Montreal, no Circuito Giles Villeneuve, após um treino de classificação bastante acirrado. O inglês conquistou o primeiro lugar porque marcou o tempo da sua melhor volta antes de Verstappen, já no final da atividade, cravar a mesma marca: 1min12s000.

“Incrível, incrível!” disse um Russell encantado na rádio da equipe Mercedes. “Certo, agora temos uma corrida para vencer!”. Em entrevista após a corrida, ele disse que está muito feliz e exaltou a equipe pelo trabalho. Falou que espera agora uma nova fase da Mercedes na disputa com Red Bull e Ferrari.

Em uma conclusão dramática para uma sessão de qualificação muito disputada, Russell, da Mercedes, não conseguiu melhorar seu tempo no Q2, enquanto o líder da série da Red Bull e tricampeão mundial reduziu mais de um segundo em sua volta.

Foi o suficiente para levar o holandês à primeira linha do grid ao lado do britânico, que garantiu sua segunda pole na carreira para dar impulso à Mercedes, que emergiu de um longo período de crise graças a sucessivos pacotes de atualizações.

Apesar de ter perdido a chance de largar em primeiro no grid, Max Verstappen não demonstrou sinal de abatimento. Segundo ele, diante das dificuldades que enfrentou no final de semana, largar na primeira fila não deixa de ser um bom negócio.

“No geral, a classificação foi boa. O fim de semana foi um pouco difícil para a gente.O importante é que estou confiante para esta corrida e acho que vai ser uma prova bem disputada”, afirmou o holandês.