Cultura

‘Genocídio’, diz Maria, do ‘BBB 22’, sobre violência policial em favela do Rio

Uma operação policial realizada nesta terça-feira, 24, na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro, deixou 24 pessoas mortas, em números atualizados nesta quarta-feira, 25. Feridos permanecem internados. A cantora Maria usou o seu Twitter para falar sobre o ocorrido e a violência nas favelas.

“Hoje (terça) teve ‘operação’ em diversas favelas do RJ. Só na Penha, até o momento, foram 23 mortos e 7 feridos. 32 escolas fechadas. A (operação) do Jacarezinho completou 1 ano este mês. 10 das 13 investigações foram arquivadas”, escreveu ela na terça. “O nome disso é chacina. Genocídio. Só estão enxugando gelo”, completou.


Com o registro de 24 mortes, a operação se tornou a segunda ação policial mais letal no Estado, ficando atrás apenas do Jacarezinho, no ano passado, que deixou 28 vítimas.