Geral

Garota de programa é presa acusada de estuprar empresário

Crédito: Reprodução

Uma garota de programa identificada como Lidia Nayara de Azevedo foi presa em Copacabana, no Rio de Janeiro, sob acusação de estupro contra o ex-namorado, um empresário.

Lidia teria dopado e abusado do ex-companheiro após convidá-lo para o apartamento em que ela mora, em meio a uma suposta reconciliação.

Em seu depoimento, o empresário relatou que, depois de chegar à residência de Lidia, recebeu uma bebida adulterada e acabou dormindo por quase 24 horas seguidas. O homem só acordou quando recebeu telefonemas da mãe, que revelou ter recebido fotos e vídeos enviados pela garota de programa. Nas imagens enviadas, a mulher mostrava a sessão de abusos sexuais.

Segundo o Extra, durante as sessões de abuso, Lidia inseriu dedos e um vibrador no ânus do ex-namorado. Tudo foi registrado por fotos e vídeos, que também foram compartilhados em redes sociais e aplicativos de conversa.

Felipe Santoro, delegado titular da 13ª DP, disse que a mulher foi presa temporariamente pelo crime de estupro. Lidia foi levada para o sistema prisional.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago