Esportes

Gareca ganha camisa do Botafogo com o nome de Didi, ídolo e ex-técnico do Peru

A seleção peruana treinou na manhã deste sábado no Engenhão, estádio do Botafogo, e o clube aproveitou a passagem da equipe nacional pelo local para dar um presente ao técnico Ricardo Gareca em um gesto que ao mesmo tempo serviu para reverenciar Didi. Um dos maiores ídolos da história do clube carioca e bicampeão mundial com a seleção brasileira, o meio-campista que morreu aos 72 anos, em 2001, também brilhou como treinador do Peru e teve o seu nome inscrito em uma camisa botafoguense que foi entregue ao argentino que hoje dirige a equipe sul-americana.

O uniforme, que também continha o número 8 nas costas que era usado por Didi, foi entregue a Gareca no gramado do Engenhão pelo técnico do Botafogo, Eduardo Barroca. E o comandante da seleção peruana ainda recebeu junto com a camisa uma carta de boas-vindas assinada pelo presidente botafoguense Nelson Mufarrej.

“Amigos da seleção peruana, sejam bem-vindos ao estádio Nilton Santos. Recebê-los em nossa casa é razão de orgulho para nós. Especialmente porque compartilhamos a idolatria a Didi, um dos maiores jogadores da história do Botafogo e do mundo. Nos orgulha muito o legado que deixou no futebol do Peru”, disse o dirigente no início da carta.

“Recebam esta camisa personalizada como demonstração de carinho e respeito pelo seu país, além de admiração pela grande campanha de vocês na Copa América. Didi, que hoje brilha como uma estrela, seguramente está muito feliz com o nosso encontro. Bom jogo amanhã no Maracanã”, finalizou Mufarrej.

Campeão do mundo com a seleção brasileira em 1958 e 1962 como jogador, Didi fez história como treinador da seleção do Peru ao classificar o país para a Copa de 1970, no México, onde a equipe nacional voltou a jogar um Mundial depois de 40 anos. E o técnico conduziu os peruanos até as quartas de final da competição e acabou terminando em sétimo lugar – é a melhor campanha da nação até hoje na história do torneio, no qual em suas outras participações foi 10ª colocada em 1930, 8ª em 1978 e 20ª em 1982 e 2018.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

No campo do Engenhão, além da reverência a Didi, o treino do Peru serviu para mostrar que o meia-atacante Edison Flores está recuperado de dores no tornozelo direito. Por causa do problema, ele precisou ser substituído durante a vitória por 3 a 0 sobre o Chile, na última quarta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela semifinal da Copa América. Até sexta, ele ainda era considerado dúvida para o jogo contra o Brasil, às 17 horas deste domingo, no Maracanã, palco da decisão da Copa América.

Veja também

+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica