Esportes

‘Gabriel Menino não foi colocado no sacrifício’, afirma coordenador científico do Palmeiras

Daniel Gonçalves garantiu que a Cria da Academia está recuperada, mas segue cronograma especial para aprimorar sua condição física

‘Gabriel Menino não foi colocado no sacrifício’, afirma coordenador científico do Palmeiras

Recentemente, Gabriel Menino foi afastado dos gramados pela diretoria e comissão técnica do Palmeiras em virtude de sua condição física. A decisão foi tomada após a volta do jovem ao time no Paulistão com um desempenho abaixo do esperado. O meia ainda não conta com prazo de retorno.

>> Neto criticou atleta do Palmeiras por fala sobre Paulo Gustavo: veja 15 opiniões progressistas do Craque Neto

Em entrevista ao canal Análise Verdão, o coordenador científico do Palmeiras, Daniel Gonçalves, explicou a situação do atleta, deixando claro que o jogador não está lesionado e somente passa por um processo de aprimoramento da capacidade física.

– Houve uma reunião da direção de futebol, da coordenação técnica, do Abel e também do núcleo de saúde e performance para que fizéssemos um trabalho especial com o Gabriel Menino. Ele via a necessidade ainda de recobrar uma algumas questões físicas específicas. Não médicas, não clínicas. A gente sabe que todo atleta que se recupera lesão volta normalmente a jogar com alguma outra situação, mas nunca com impedimento, a incapacidade – analisou.

– Ele estava plenamente recuperado, muito pelo esforço dele, outra pelo esforço da fisioterapia. Ele fez uma fisioterapia acelerada. Teve uma entorse no treinamento e tinha um prazo de três a quatro semanas, e ele conseguiu recuperar em menos de duas, a ponto de ficar à disposição do jogo contra o Flamengo, na final da Supercopa do Brasil. Então ele cumpriu as quatro fases de recuperação – garantiu Daniel.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

O coordenador também comentou mais a fundo sobre o tratamento e, posteriormente, o condicionamento realizado pela Cria da Academia. Ele revelou que o jogador sentia um desconforto ao bater na bola e, para isso, foi realizado um trabalho específico.

– A quinta fase é específica, teria que ser feito paralelamente ao processo de jogo, mas o atleta estava se queixando de falta de confiança ainda, de ritmo. Para bater na bola incomodava, não gerava dor, mas gerava incômodo. Então, para ter o atleta na plenitude, optamos que ele tirasse pelo menos dez dias de treinamento específico, de forma que se recondicionasse. Ele não ficou fazendo fisioterapia. A fisioterapia feita com ele é feita como com outros atletas que se recuperaram de lesão e outros que fazem fisioterapia preventiva.

Além disso, Daniel rechaçou a ideia de que o clube teria forçado Menino a jogar no sacrifício em algumas partidas para reforçar o Alviverde. Na verdade, justamente para evitar isso, o departamento médico e científico decidiu que o jogador deveria ficar parado por mais tempo.

– Nesse período, ele não parou, ele ficou trabalhando de maneira específica na academia, fazendo trabalho de potência, e agora no campo, visando essa preparação especial. Não houve nenhum tipo de situação de colocar o Gabriel Menino no sacrifício, nada disso, pelo contrário. Ele estava recuperado, mas a gente optou até pelo atleta prolongar um pouquinho essa condição de preparação física. Pelas avaliações, percebemos que era necessário que o atleta ganhasse confiança e voltasse no nível próximo de performance que ele estava desempenhando no ano passado – explicou o coordenador.

Ao final, ele explanou a condição atual de Gabriel Menino e afirmou que espera poder contar logo com a prata da casa em alto nível, especialmente quanto à confiança em campo.

– Ele vem dando bons feedbacks, vem sentindo mais confiante, mais apto. Ele já está sendo inserido aos trabalhos de bola com o grupo. A gente não traça uma meta, procuramos avaliar dia a dia, até para o cumprimento das etapas. Mas tem bom prognostico para que a gente consiga utilizá-lo em breve e numa condição superior a que ele estava, principalmente nessas questões de confiança. Esse tempo de preparação vai ser bom, até porque o Gabriel Menino foi um atleta que não teve férias. Ele, como o Patrick de Paula, são atletas que ficaram direto. Esse período vai ser bom pra que ele faça uma espécie de pré-temporada.

Ainda sem a Cria da Academia, o Palmeiras vai a campo nesta sexta-feira (14), às 19h30, contra o Red Bull Bragantino em Bragança Paulista pelas quartas de final do Paulistão 2021.

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago