Esportes

Gabriel Menino faz golaço, e Palmeiras vence o Bolívar na altitude

Clubes brasileiros não venciam os donos da casa em La Paz, há 37 anos e Alviverde mantém os 100% de aproveitamento na Libertadores. São 15 jogos consecutivos sem perder

Gabriel Menino faz golaço, e Palmeiras vence o Bolívar na altitude

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O Palmeiras teve fôlego para manter os 100% de aproveitamento na Copa Libertadores e venceu o Bolívar por 2 a 1 na altitude de La Paz, pela terceira rodada da fase de grupos. O Verdão lidera o Grupo B da competição.

Vanderlei Luxemburgo alterou o time e Rony entrou na frente ao lado de Willian. O atacante teve participação nos dois gols da vitória. No primeiro tempo, sofreu pênalti que Willian converteu. O camisa 29 chegou a 11 gols na temporada e divide a artilharia do time no ano ao lado de Luiz Adriano, poupado nesta noite em razão do desgaste muscular.

O Bolívar voltou a campo após mais de seis meses e, ao sair para buscar o empate na etapa final, deu espaços para o Verdão. Em uma jogada de Rony, mais uma vez, ele tocou para Gabriel Menino acertar um lindo chute de fora da área para fazer o primeiro tento dele como profissional.

Logo após o gol, Luxemburgo pediu calma ao time no banco de reservas. O problema é que logo na sequência os donos da casa descontaram com Marcos Riquelme, de cabeça. A bola aérea foi a única jogada de perigo da Academia.

Nos minutos finais, o Palmeiras sentiu o cansaço dos 3.650 metros de altitude, mas conseguiu conter a pressão para bater o Bolívar em casa, algo que não acontecia com um brasileiro desde 1983, com o Grêmio.

O Alviverde, de quebra, chega a 15 partidas consecutivas invicta e iguala a marca do ano passado, quando era comandado por Felipão.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVAR 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Hernando Siles, La Paz (BOL)
Árbitro: Piero Maza (Fifa/CHI)
Assistentes: José Retamal e Edson Cisternas, ambos do Chile
Renda e público: portões fechados
Cartões amarelos: Claudio Vivas (BOL) Zé Rafael, Gabriel Menino, Bruno Henrique e Danilo (PAL)

GOLS: Willian, 34’/1ºT (0-1), Gabriel Menino, 15’/2ºT (0-2), Marcos Riquelme, 22’/2ºT (1-2)

BOLÍVAR: Javier Rojas; Diego Bejarano, Adrían Jusino, Luiz Gutierrez e Jorque Flores; Cristhian Machado, Fidencio Oviedo, Roberto Fernandez (Ábrego, intervalo) e Erwin Saavedra (Anderson, 35’/2ºT); Juan Carlos Arce e Marcos Riquelme. Técnico: Claudio Vivas

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Ramires (Bruno Henrique, 9’/2ºT), Gabriel Menino, Zé Rafael (Gustavo Scarpa, 41’/2ºT) e Raphael Veiga (Danilo, 29’/2ºT); Rony (Gabriel Veron, 29’/2ºT) e Willian (Vitor Hugo, 41’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea