ISTOÉ Gente

Gabi Brandt abre coração sobre ter perdoado Saulo Pôncio e ódio que recebe na web

Crédito: Reprodução/Instagram

Gabi Brandt participou do podcast de Gabi Prado, e resolveu abrir o coração sobre o ódio que vem sofrendo na web após perdoar as infidelidades de Saulo Pôncio, seu ex.

‘Já ganhei mais de 10 kg’, comemora Duda Reis após passar por anorexia e bulimia

Gracyanne Barbosa surge com rosto diferente em ensaio

“Se eu pudesse voltar no tempo eu não tinha feito metade das b*stas que eu fiz porque não seria uma pessoa tão traumatizada como sou hoje. Uma coisa que faria diferente seria não expor tanto o profundo da minha vida pessoal porque quando isso acontece você dá o direito das pessoas opinarem e cobrarem e isso é uma coisa que eu não sei lidar. Não ‘dá o direito’, mas as pessoas acham que tem porque você postou na internet. Pegaria partes da minha vida que gostaria de deixar no privado e deixaria no privado”, começou.

“As pessoas tem que se acostumar mais com a mudança, o fato que as pessoas evoluem, mudam, que mudam de opinião, isso me irrita”, acrescentou a influenciadora. A anfitriã questionou se Brandt acreditava que a internet a tenha deixado doente. “Não a internet em si, não posso culpar todo mundo pelo erro de algumas pessoas, mas essa cobrança, julgamento, essa falta de filtro das pessoas para falar, apontar o dedo, me adoeceu um pouco. Foi parte do motivo de eu ter surtado várias vezes, ter ficado muito mal. Eu comecei a fazer terapia agora, não tinha o costume de fazer. E eu conversando com o meu terapeuta ele falou ‘você entrou em um quadro depressivo e de ansiedade e você precisa se tratar’, então agora estou focando em mim. Mas de fato a internet contribuiu muito.”

“Nunca fui de receber hate por coisa que eu fiz porque nunca fiz mal a ninguém, nunca tive briga com ninguém. A maior parte das pessoas que não gosta de mim ,que me xinga, é porque ‘ela é trouxa, ela perdoou’. Recebo xingamento, as pessoas me ridicularizam porque eu perdoei? Isso é uma coisa muito feia a se fazer? Eu não acho. Nem estou falando se é certo ou errado o que fiz, mas é motivo para tanto ódio”, falou sobre perdoar as traições do ex, Saulo Pôncio.

“Liberar o perdão é libertador. A mágoa, angústia, rancor, raiva, só faz mal para você. Eu sou a favor de perdoar. Perdão é diferente de conviver, de continuar. No meu caso foram suas escolhas, escolhi perdoar e continuar, mas são coisas completamente diferentes.”, finalizou.

Confira: