Esportes

Futebol se solidariza com Cristiano Ronaldo após a morte de seu filho no parto


O mundo do futebol expressa solidariedade nesta terça-feira (19) com Cristiano Ronaldo e sua esposa, Georgina Rodríguez, após o anúncio de da morte no parto de um dos bebês que esperavam

“Sua dor é nossa dor, Cristiano. Enviamos amor e força a você e a sua família neste momento”, tuitou o seu atual clube, o Manchester United.

O Real Madrid, onde CR7 jogou entre 2009 e 2018, afirmou que “lamentava profundamente” o falecimento do bebê e que compartilha “a dor de toda a família e quer mostrar seu amor e sua afeição”

O astro de 37 anos, em uma mensagem assinada em conjunto com a sua companheira espanhola de origem argentina, anunciou na segunda-feira o falecimento de seu filho.

“Apenas o nascimento de nossa filha nos dá a força de viver este momento com um pouco de esperança e felicidade”, escreveu o casal, que havia anunciado no ano passado que esperava gêmeos.

Clubes rivais como Manchester City, Liverpool, Tottenham Hotspurs e Leeds também se solidarizaram com o atacante português, assim como seus companheiros Marcus Rashford e David de Gea.

“Meus pensamentos estão contigo e com Georgina. Irmão, sinto muito”, disse o atacante inglês.

O cinco vezes ganhador da Bola de Ouro, de 37 anos, é pai de quatro filhos, três deles nascidos por barriga de aluguel antes de conhecer sua atual esposa.

gf/rbo/mcd/dbh/jvb/dd

MANCHESTER UNITED





Tópicos

ENG fbl gente morte POR