Farol ISTOÉ

Futebol: “bicha” pode custar pontos

Crédito: Divulgação/Corinthians

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai aumentar o rigor contra manifestações homofóbicas nos estádios brasileiros. Um grito de “bicha” na torcida, na hora em que o goleiro for bater o tiro de meta, por exemplo, poderá causar a perda de três pontos para o time mandante. Em uma recomendação enviada ontem para os clubes, o STJD estabelece que a partir desta data (19/8) “árbitros auxiliares e delegados das partidas relatem na súmula e/ou documentos oficiais dos jogos a ocorrência de manifestações preconceituosas e de injúria em decorrência de opção sexual por torcedores ou partícipes das competições”. Atos discriminatórios, desdenhosos ou ultrajantes serão duramente penalizados.