Tecnologia & Meio ambiente

Furacão Chris perde força em seu caminho para Canadá

Furacão Chris perde força em seu caminho para Canadá

Imagem de satélite do furacão Chris perto do litoral americano, em 10 de julho de 2018, divulgada pela Administração Oceânica e Atmosférica Americana (NOAA) - NOAA/RAMMB/AFP/Arquivos

O furacão Chris perdeu força na tarde desta quarta-feira, passando à categoria um, com ventos máximos sustentados de 150 km/hora, à medida que se afastava da costa dos Estados Unidos, rumo ao extremo nordeste do Canadá, informaram meteorologistas.

Espera-se que Chris passe perto da província canadense de Terranova nesta quinta-feira, quando provavelmente terá se transformado em um ciclone pós-tropical, escreveu o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês), com sede em Miami.

Não há alertas nas costas americanas, mas o NHC recomendou que o Canadá monitore o avanço da tempestade.

“Haverá poucas mudanças em sua potência esta noite (de quarta-feira)”, acrescentou. “O enfraquecimento sustentado começará na quinta-feira”.

Chris, que estava nesta quarta-feira 920 km ao nordeste da Carolina do Norte, se tornou na terça-feira o segundo furacão da temporada do Atlântico, depois de Beryl, cujos remanescentes ainda provocam chuvas desorganizadas nas Bahamas em sua passagem pelo Caribe.

A tempestade subtropical Alberto deu início – com uma semana de antecipação – à temporada de furacões 2018, que vai de 1 de junho a 30 de novembro.

O ano passado foi particularmente devastador, quando os furacões Harvey, Irma e Maria causaram desastres quase consecutivamente no Caribe e no sudeste dos Estados Unidos.