Brasil

Funcionários protestam contra empresa de call center em SP: ‘Queremos álcool em gel’

Crédito: Reprodução YouTube

Uma das empresas gigantes do telemarketing foi alvo de protestos. Com cerca de 37 mil empregados, os colaboradores da Almaviva decidiram cruzar os braços por falta de proteção contra o coronavírus no ambiente de trabalho. Os funcionários reclamam que o call center, localizado na região central da capital paulista, não oferece álcool gel. As informações foram divulgadas pelo UOL.

“El, el, el, queremos álcool em gel!” “Veja não, álcool em gel é solução.”, protestavam.

De acordo com funcionários, quatro pessoas do call center estão com suspeita do novo coronavírus.

Além de fornecer não o álcool em gel, a empresa penalizou uma funcionária que não foi trabalhar nos últimos dias. Maria Eduarda Miranda, de 19 anos, diz que possui bronquite asmática e mora com idosos, ou seja, ambos fazem parte do grupo considerado de risco.

“Não tem álcool em gel, a gente já pediu e eles falam que vai chegar, mas nunca chegou. Eles também não higienizam as P.A.’s [postos de atendimento do call center], deixam apenas um paninho com Veja para todos os pontos. Somente um pano para todos os pontos, isso é absurdo”, diz Maria Eduarda ao portal.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Ainda de acordo com o portal, os postos de atendimento, conforme fotografias a que a reportagem teve acesso, são muito próximos uns aos outros e contrariam as recomendações do ministério da Saúde — que preconiza ao menos um metro entre as pessoas para evitar contágio. Na unidade da Consolação, são 980 funcionários.

Outro relato da falta de prevenção contra o contágio do Covid-19 foi dado por outro colaborador, Guilherme Garcia, de 25 anos. “Nos computadores, que são compartilhados, não fazem higienização”, afirma.

Em nota, a Almaviva diz que o produto está em falta e afirma que “não está medindo esforços para garantir a segurança de seus colaboradores nesse momento de pandemia relacionado ao Covid-19 (coronavírus)”.

“Por isso, formou um comitê permanente para desenvolver ações a fim de proteger os colaboradores e seus familiares. Nesse sentido, um plano de ação, alinhado às iniciativas da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT), já foi implementado. São procedimentos como a intensificação da higienização dos espaços e postos de trabalho individuais, incluindo a distribuição de álcool gel em ambientes de uso comum”, diz a nota enviada à reportagem.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ A Fazenda: influenciadora digital Marina Ferrari é confirma na lista de participantes

+ Filhos de Luciano Huck esquecem o texto em homenagem ao pai

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?