Economia

Funchal, sobre Petrobras: Foi caso específico, peculiar, que foi resolvido


O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, avaliou nesta quinta-feira, 25, que o imbróglio em torno da Petrobras foi uma “questão específica, e não uma nova regra geral”.

“Essa questão dos combustíveis é um ponto sensível em todos os governos, não apenas nesse. Continuamos buscando a consolidação fiscal, o reajuste de contas, a agenda de privatizações. É isso que tenho falado com o mercado e com os investidores internacionais. É um caso específico, peculiar, que já foi resolvido”, respondeu.

Para Funchal, o governo pode tirar uma experiência desse caso. “Mudanças que mexem com expectativas de agentes acabam refletindo nos preços dos ativos. Esse caso foi um desses, refletiu no preço. Outro caso é andar na pauta fiscal de forma equivocada, com auxílio emergencial sem contrapartidas”, completou.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS