Cultura

Funarte destinará R$ 870 mil para propostas de teatro virtual

A Fundação Nacional de Artes vai destinar R$ 870 mil para projetos de teatro virtual em todo o Brasil. Serão 25 iniciativas voltadas para peças infantis, jovens e adultos. Os espetáculos poderão ser gravados nos espaços da Funarte localizados no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília e serão incorporados ao acervo da instituição e exibidos por meio de plataforma digital, compondo a programação do Festival Funarte de Teatro Virtual 2020.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

De acordo com edital publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 12, o objetivo é “valorizar e fortalecer a expressão teatral brasileira, assim como possibilitar sua democratização e acessibilidade”.

A publicação também garante que fomenta “o desenvolvimento de atividades teatrais de temática livre e nos mais diversos formatos, incentivando a montagem de espetáculos que serão registrados em vídeo para apresentação virtual, além de contribuir para a manutenção de coletivos, grupos e companhias”.

Do aporte financeiro de R$ 870 mil, serão destinados R$ 840 mil para a premiação dos projetos selecionados, que serão distribuídos igualmente para todas as regiões do Brasil, com cinco propostas para cada uma delas, e R$ 30 mil serão utilizados para custos administrativos.

Como participar do prêmio para teatro virtual

O selecionado deverá entregar o espetáculo gravado e editado, em conformidade com os padrões estabelecidos no edital. Para participar do Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020, são permitidas pessoas jurídicas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos, de natureza cultural, tais como: cooperativas, produtoras, companhias ou grupos de todo Brasil, identificados como “proponentes”, ou seja, alguém que assume a responsabilidade legal do projeto junto à Funarte, por sua inscrição, execução, conclusão e comprovação das atividades realizadas.

Também é possível participar como concorrente: artista, grupo ou produtor que inscreveu seu projeto através de uma associação ou cooperativa. No caso de Pessoa Jurídica de natureza cultural, trata-se de entidade, com ou sem fins lucrativos, cuja atividade seja dirigida à cultura. O Microempreendedor Individual (MEI), por exemplo, não pode representar grupos de artistas que atuam juntos de forma continuada.

Não poderão se inscrever no edital proponentes que possuam vínculo com os poderes executivo, legislativo ou judiciário, do Ministério Público ou do Tribunal de Contas da União ou respectivo cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade até terceiro grau. Também estão proibidos de participar os servidores, terceirizados ou quaisquer outros profissionais que tenham vínculo de trabalho com a Funarte, com o Ministério do Turismo ou suas vinculadas.

Cada proponente poderá concorrer somente com um projeto. As inscrições serão gratuitas e estarão abertas pelo prazo de 45 dias, contados a partir do primeiro dia útil após a data de publicação do edital no Diário Oficial da União.

As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pela internet mediante o preenchimento e envio do formulário de inscrição por meio de link disponível no site da Funarte.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea