Brasil

Frota diz não ficar ‘constrangido’ com Aécio no PSDB porque PSL ‘tinha o Queiroz’

O governador João Doria comandou na tarde desta sexta-feira, 16, um ato político de filiação ao PSDB do deputado Alexandre Frota (SP), que foi expulso do PSL a pedido do presidente Jair Bolsonaro após fazer críticas ao governo. A informação foi antecipada nesta quinta-feira, 15, pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Em sua fala no evento, que não contou com a presença de lideranças históricas da legenda, o governador exaltou o “novo” PSDB e fez indiretas a antigos dirigentes tucanos. “O novo PSDB toma decisões. O PSDB do passado está na história. Nós respeitamos a história, mas não vamos viver de história. O novo PSDB vai fazer história”, disse o governador antes de assinar a ficha de filiação de Frota.

A solenidade também contou com a presença do prefeito Bruno Covas, do ex-deputado Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB, do secretário Marco Vinholi, presidente estadual, e do sociólogo Fernando Alfredo, presidente municipal do partido na capital.

Depois dos discursos, Frota foi questionado por jornalistas sobre os xingamentos agressivos que fez no ano passado ao ex-governador Geraldo Alckmin, ex-presidente nacional do PSDB, e sobre críticas que fez ao partido ao qual acaba de se filiar. “Isso é do passado. O novo PSDB para mim começa agora. Não tenho que pedir desculpa a ninguém, nem ao Alckmin”, respondeu o deputado.

Frota tentou evitar perguntas dos jornalistas e saiu apressado da sala de eventos do diretório do PSDB, mas foi abordado no estacionamento e acabou respondendo sobre o que pensava sobre estar no mesmo partido do deputado Aécio Neves, que foi flagrado pedindo um empréstimo de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da JBS.

“Não fico constrangido em estar no partido que tem o Aécio. Eu estava num partido que tinha o Queiroz”, respondeu o deputado. Frota evitou, porém, se posicionar sobre o pedido de expulsão de Aécio do PSDB feito pelo diretório tucano da capital. “Aécio é um problema do partido”, disse.

O deputado, que foi eleito em 2018 na esteira do bolsonarismo, também foi questionado sobre o fato de Bolsonaro ter dito que não o conhecia. “Ele (Bolsonaro) não conhece várias coisas”, respondeu.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+ Microsoft Edge recebe nova funcionalidade para aumentar velocidade de carregamento

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar


Tópicos

filiação frota PSDB