Geral

Frente fria muda direção de nuvem de gafanhotos que se aproximava do Brasil

Crédito: Reprodução/ Gobierno de Córdoba

Com o avanço de um frente fria e a chuva no Sul do Brasil, a nuvem de gafanhotos deve permanecer na Argentina. O governo do Rio Grande do Sul tem monitorado o avanço dos animais desde terça-feira (23) quando o país argentino emitiu um alerta de que a nuvem estava próximo à fronteira com o Brasil.

A nuvem de gafanhotos veio do Paraguai e seu deslocamento é influenciado pela direção dos ventos e a ocorrência de altas temperaturas. Ao G1,  o chefe da divisão sanitária do governo gaúcho Ricardo Felicetti informou que o monitoramento por parte do governo é feito com troca de informações constantes com a Argentina.

De acordo com o último boletim divulgado pelo governo argentino, a localização da nuvem era imprecisa devido ao tempo nublado. Até o momento, nenhum produtor avistou o inseto na Fronteira Oeste.

Nesta quinta-feira (25), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, decretou estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O decreto permite aos governos mais agilidade na hora de adotar medidas contra uma situação de anormalidade deste tipo. Entre as medidas de defesa estão o uso de produtos químicos e agrotóxicos no controle da praga.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel