Tecnologia & Meio ambiente

França prevê suspensão de imposto digital em 2020

França prevê suspensão de imposto digital em 2020

França prevê suspensão de imposto digital em 2020 - AFP/Arquivos

A França planeja suspender a cobrança de seu imposto digital este ano como parte de suas discussões com os Estados Unidos “para dar tempo” a um acordo global na OCDE – disseram à AFP fontes envolvidas nas negociações.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

“Está na mesa das discussões que ocorrerão na quarta-feira” em Davos entre o ministro francês das Finanças, Bruno Le Maire, e o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, cujo país ameaça Paris com sanções por seu imposto sobre as gigantes digitais, afirmou uma fonte francesa.

“O imposto será mantido, mas o pagamento das parcelas programadas em abril e novembro ficará suspenso para dar tempo às negociações dentro da OCDE”, a fim de encontrar um acordo global até o final do ano sobre tributação digital, acrescentou a mesma fonte.

Segundo outra fonte próxima às negociações, “a França suspenderia o pagamento do imposto previsto para abril e o a ser pago em novembro pelas empresas envolvidas”.

Em sua chegada a uma reunião de ministros das Finanças em Bruxelas, Le Maire evitou a pergunta: “Não vou entrar em detalhes. Prefiro que permaneça entre Mnuchin e eu”.

Ele reiterou sua esperança de que uma solução final seja encontrada “até o final de 2020” em nível internacional para tributar as gigantes digitais.

“Macron e Trump tiveram uma discussão muito construtiva (…) e concordaram em evitar qualquer escalada”, relatou.

“É uma boa notícia (…). Eu falei ontem (com Steven) Mnuchin por telefone. Continuamos trabalhando. Nossas equipes técnicas estão em contato dia e noite para uma solução”, adicionou.

Os dois devem se reunir na quarta no Fórum Econômico de Davos, na Suíça.

Em 1º de janeiro de 2019, a França decidiu impor um imposto sobre as grandes empresas digitais em até 3% do seu faturamento, enquanto aguarda a adoção de uma tributação internacional.

Em resposta, o governo Trump ameaçou sobretaxar “até 100%” o equivalente a US$ 2,4 bilhões em produtos franceses.

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ Nova Honda CB125F 2021 com consumo recorde de 67 km/l

+ Motoqueiro entrega pizza no estúdio do MasterChef Brasil de hoje (22)

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea