Geral

Fotógrafo suíço viaja o mundo para registrar imagens de sucuris gigantes

Fotógrafo suíço viaja o mundo para registrar imagens de sucuris gigantes

Franco Banfi faz expedições de fotografia pelo mundo - Arquivo Pessoal

Há 35 anos, Franco Banfi, 63 anos, fotógrafo subaquático suíço, viaja pelo mundo para registrar a vida selvagem. Além de fotografar baleias, ele participa de expedições na região de Bonito, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, onde registrar sucuris gigantes. As informações são do G1.

Os profissionais estrangeiros, apaixonados pela vida selvagem, chegam anualmente à região de Bonito, 300 km de Campo Grande, em busca dos sucuris de até 7 metros de comprimento. Tanto faz se ficam debaixo d’água ou em solo firme, o importante é fazer o clique. Banfi já visitou o Brasil quatro vezes. Além de Bonito, esteve no Pantanal, Amazonas e Fernando de Noronha.


“A sensação de fotografar uma cobra como essa, é que pessoalmente, ela parece ser mais escura, mas quando chega-se perto, é possível ver o quão grande essa sucuri é. Em toda minha carreira, essas são as maiores que já fotografei”, explicou ao G1.

Daniel De Granville é um dos guias e responsável por auxiliar esses fotógrafos subaquáticos em rios da região de Bonito. Ao G1, ele contou que seu trabalho consiste em garantir tanto a segurança deles quanto a das sucuris, para que os animais não se sintam ameaçados pela presença dos humanos. “Deixo bem claro para os fotógrafos, que aqui não se deve chegar muito perto das sucuris e muito menos encostar nelas, até por conta da nossa legislação. Caso o animal se sinta incomodado, a expedição termina naquele momento”.