Geral

Fóssil de grupo desconhecido de humanos é achado na Indonésia

Crédito: Reprodução

Restos mortais de um esqueleto de mais de 7 mil anos de uma caçadora-coletora foram achados por arqueólogos na Indonésia. De acordo com informações do portal R7, o fóssil é de uma “linhagem humana distinta”, nunca antes encontrada em nenhum lugar do mundo.

Os restos mortais eram de uma jovem que tinha entre 17 e 18 anos. O fóssil foi enterrado em posição fetal dentro de uma caverna de calcário. Além disso, foram achados artefatos do povo toalean, uma das primeiras culturas de caçadores-coletores da região.

O estudo foi publicado na última quarta-feira (25) na revista Nature. De acordo com dados passados por Adam Brumm, arqueólogo e um dos coordenadores da pesquisa, à AFP, “esta é a primeira vez que alguém informa a descoberta de DNA humano antigo na vasta região insular entre a Ásia continental e a Austrália”.

De acordo com a análise genética, a jovem era de um grupo populacional relacionado com os papuas e indígenas australianos. Além disso, o genoma está vinculado a uma linhagem humana divergente e até então desconhecida.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio