Geral

“Fosse o contrário, não teria direito de fiança”, diz mãe de menino que caiu de prédio

Crédito: Reprodução/ TV Globo

A empregada doméstica Mirtes Renata de Souza, mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva que caiu do 9º andar de um prédio do Recife (PE), reclamou que a patroa, suspeita de homicídio culposo, foi solta após pagar fiança. As informações são da TV Globo.

“Espero que a Justiça seja feita, porque se fosse o contrário, eu acredito que nem teria direito a fiança. Foi uma vida que se foi, por falta de paciência para tirar dali de dentro. Deixar uma criança sozinha dentro de um elevador, isso não se faz. Uma criança que foi confiada a ela”, desabafou Mirtes.

Ver também:
PE: filho de doméstica morre ao cair do 9º andar e patroa é detida

A doméstica também reclamou que a patroa não tenha sido exposta publicamente. “Se fosse eu, meu rosto estaria estampado, como já vi vários casos na televisão. Meu nome estaria estampado e meu rosto estaria em todas as mídias. Mas o dela não pode estar na mídia, não pode ser divulgado”, desabafou Mirtes.

A Polícia Civil disse que não divulgou o nome da acusada por cumprir a Lei de Abuso de Autoridade. A mulher foi solta após pagar fiança de R$ 20 mil e vai responder pelo crime em liberdade.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ Fundador da Ricardo Eletro e filha são presos em operação contra sonegação
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior